Educação de Infancia

Agosto, 2009


Livros para as Educadores que trabalham em Creche

Ago 16, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Creche

” Centros de Interesse na Creche ” ( 0-1 ano, 1-2 anos e 2-3 anos);

” Aprendizagem activa na creche”

Manual de creche eficiente

Crianças familias e creches, gabriela portugal, Porto editora

Guia da Criança , Proteste.

Manual de Cuidadoras de crianças em creches, maternais e pré-escolas.

Os primeiros anos do seu filho, Civilizaçã.

Aprender cedo, Editorial Estampaposta.
” Desabrochar dos 0- 2 anos”,
” Um novo olhar sobre as rotinas”,
” Grelhas de Observação/ Avaliação”,
” actividades ludicas de estimulação de bebés”,
” Como organizar e equipar um ambiente educativo em creche”
” Programação e planificação na creche : 0-1 anos ( brinquedos) ; 1-2 anos ( Eu e o Mundo) ; 2-3 anos ( Animais);
” Grelha de avaliação diagnostica na creche” Todos da Editora Bola de Neve.

A Enciclopédia ” Lua cheia ” da Editora Mundicultura.
A Enciclopédia “Vamos brincar” da Marina Editores.

Uma partilha da colega Patricia F. Obrigada Patricia.

Sinais e Sintomas do Abuso Sexual

Ago 15, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Psicologia Infantil, Saúde Infantil

Físicos:
Corrimento vaginal, hemorragia vaginal ou anal,
Ardor ao urinar,
Corrimento através da uretra (canal por onde sai a urina),
Dor constante na vagina ou no ânus,
Inflamação dos genitais, encoprese (estado de incontinência fecal, funcional e involuntária),
Enurese (emissão involuntária ou inconsciente da urina),
Distúrbios alimentares,
Algumas crianças apenas apresentam queixas inespecíficas persistentes, como dor de cabeça, dores de barriga ou crises de asma.

Psíquicos:
Perda de confiança nela própria, no agressor e nas pessoas do sexo do agressor, demonstra sentimentos de culpabilidade, baixa auto-estima e vergonha.
Há uma mudança súbita no comportamento (agressividade)
Dificuldade de aprendizagem,
Dificuldade de concentração,
Relutância na relação com os pares – isolamento,
Masturbação excessiva ou de modo exibicionista,
Atitudes e conversas sobre temas sexuais desadequados ao nível etário,
Pesadelos,
Insónia,
Medo de estar sozinho ou não querer ficar sozinha com determinado adulto.

As crianças apresentam sintomas variados, nem sempre fáceis de relacionar com o abuso sexual. Existem casos em que não há evidência de sintomas imediatos, e posteriormente surgem alterações psicológicas que indicam que a criança foi abusada na sua intimidade.

As crianças têm uma imaginação fértil que, por vezes, as leva a fantasiar e a mentir, é raro que o façam acerca de abuso sexual. A maioria dos relatos de abuso é verdadeira.

O Que é o Abuso Sexual?

Ago 13, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Psicologia Infantil, Saúde Infantil

É um acto através do qual um adulto obriga ou persuade um(a) menor a realizar uma actividade sexual não adequada para a sua idade e que viola os princípios sociais atribuídos aos papéis familiares.
Pode acontecer entre menores.
Pode ser intra ou extrafamiliar (sendo mais frequente a primeira situação) e ocasional ou repetido ao longo da infância.

Os Livros e as Crianças

Ago 12, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: As nossas leituras, Literatura Infantil

Quando estiver a ler um livro aos seus alunos, fale-lhe sobre o autor e o ilustrador da obra. Deixe que eles ganhem consciência do estilo do artista, através de alguns minutos de conversa sobre as imagens e as palavras do livro.

Peça à criança para descrever o livro por palavras suas.

Quadro de presenças no Jardim de Infância

Ago 11, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Insrumentos de Trabalho

Mensal, cartaz grande (mais ou menos 60×50 cm)
Quadro de dupla entrada, com os nomes das crianças escritos por elas. Tem o nome do mês no cimo e os dias (número) na horizontal. Tem assinalado os dias importantes. As crianças assinalam com uma bolinha azul a presença e com uma vermelha as faltas. Os fins-de-semana são assinalados com uma cruz verde. No final são contabilizadas as faltas de cada criança.

Avaliar circunstâncias do TC (quedas, pancadas), as vias aéreas, respiratórias e circulação. Deve ser referenciado aos pais e quando necessário ao hospital dependendo do estado de consciência da criança e quando existe patologias subjacentes.


Archives


Links


Meta

Advertising


Comentários Recentes