“PASSAGEIROS SEGUROS QUE BONITOS SÃO!“

Vai no carro o Manuel
Com os seus pais viajar,
Num passeio bem planeado
À praia vai passear.
Mas não vai bem sentado,
E o cinto não vai apertado.
Que menino mal comportado,
Cabeça de fora, despenteado.
–    Cuidado…cuidado…
–    Grita bem alto o Manuel.
O pai trava assustado
Com o susto pregado…
Vê um lagarto pintado,
Um bocado apressado
E um caracol descansado, na estrada a passar.
O Manuel atordoado, da cambalhota que deu,
Ouve dizer com razão
E num grande vozeirão:
–    Atenção, meus senhores…Atenção… ( é um polícia amigão)
–    No carro sem cinto, isso é que não!
–    Viram a confusão?
–    Uma travagem…uma paragem…porque não?
–    E tu menino…bateste com o nariz no chão
–    E na mão tens um arranhão.
–    Vejam se aprendem a lição…
–    “Sem cinto isso é que não!”
Este polícia amigão, ao mesmo tempo brincalhão,
Chamou mesmo à atenção.
“Passageiros seguros…
que bonitos são!
Lá vão eles passear
Pela praia e pelo campo,
Cadeirinhas à medida
Bem sentados comportados
E os cintos apertados
E sem mais complicação
Acabou-se a confusão!

Boa viagem!

Ao explorar esta história com as crianças, o Educador de Infância está a contribuir para o desenvolvimento dos seguintes subtemas de Educação Rodoviária para a Educação Pré-Escolar:

•    transporte de crianças nos veículos em cadeiras de segurança
•    Comportamentos adequados e inadequados dos utentes