Educao de Infancia

Janeiro, 2009


Coroas de Reis

Jan 5, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Educao de Infncia

Hoje partilho imagens com Coroas, que devem clicar em cima da imagem para aumentar e depois imprimir numa Cartolina, ou usarem-nos como molde para fazerem em diferentes materiais. Depois, s pedirem aos vossos meninos para decorarem com bocadinhos de tecidos, aparas de lpis, tampinhas, papel de lustro, brilhantes, lantejoulas, etc. O que tiverem em sala, aproveitem esses bocadinhos para isso.

Vivam os Reis e as Rainhas!

Nota: Quero agradecer aos mais de 270 membros do Frum Educao de Infncia pelas mais de mil mensagens com fotos, imagens, documentos, oportunidades de emprego, artigos e muito mais sobre Educao de Infncia.

Um Poema para o Dia de Reis

Jan 4, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Estimulao leitura e escrita, Expresso plstica

Um Poema para lerem aos vossos meninos, sobre os Reis Magos:

Dia de Reis

Vieram os trs Reis Magos
Das suas terras distantes
Guiados por uma estrela,
Cujos raios cintilantes
Os levaram ao Deus Menino
Que, a sorrir de bondade,
Recebeu os seus presentes
E os acolheu com amizade.

Podem imprimir esta coroa, carregando em cima da imagem para ampliar e depois cada menino decora como mais gostar.


Era uma vez um menino branco, chamado Miguel, que vivia numa terra de meninos brancos e dizia:

bom ser branco
Porque branco o acar, to doce,
Porque branco o leite, to saboroso,
Porque branca a neve, to linda.

Mas, certo dia, o menino partiu numa grande viagem e chegou a uma terra onde todos os meninos so amarelos. Arranjou uma amiga chamada Flor de Ltus, que, como todos os meninos amarelos, dizia:

bom ser amarelo
Porque amarelo o Sol
amarelo o girassol
Mais a areia amarela da praia.

O menino branco meteu-se num barco para continuar sua viagem e parou numa terra onde todos os meninos so pretos. Fez-se amigo de um pequeno caador chamado Lumumba, que, como os outros meninos pretos, dizia:

bom ser preto
Como a noite
Preto como as azeitonas
Preto como as estradas que nos levam
Por toda a parte

O menino branco entrou depois num avio, que s parou numa terra onde todos os meninos so vermelhos. Escolheu para brincar aos ndios um menino chamado Pena de guia. E o menino vermelho dizia:

bom ser vermelho
Da cor das fogueiras
Da cor das cerejas
E da cor do sangue bem encarnado.

O menino branco foi correndo mundo at uma terra onde todos os meninos so castanhos. A fazia corridas de camelo com um menino chamado Ali-Bab, que dizia:

bom ser castanho
Como a terra do cho
Os troncos das rvores
to bom ser castanho como um chocolate.

Quando o menino branco voltou sua terra de meninos brancos, dizia:

bom ser branco como o acar
Amarelo como o Sol
Preto como as estradas
Vermelho como as fogueiras
Castanho da cor do chocolate.

Enquanto, na escola, os meninos brancos pintavam em folhas brancas desenhos de meninos brancos, ele fazia grandes rodas com meninos sorridentes de todas as cores.

Autora: Luisa Ducla Soares

Desenvolvimento da Linguagem em Creche

Jan 2, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Berario, Creche, Estimulao leitura e escrita

Desenvolvimento da Linguagem em Creche

Objectivos:

  • Aumento do vocabulrio
  • Ser capaz de associar o objecto ao nome
  • Ter compreenso de tudo o que ouve
  • Ter conhecimento verbal do seu corpo, objectos, alimentos, vesturio, brinquedos, animais, aces e noo de espao
  • Ter maior capacidade de ateno e de memria

Estratgias a utilizar:

  • Chamar cada criana e adulto pelo seu nome
  • Articular correctamente as palavras
  • Falar durante as brincadeiras
  • Estimular os gestos simples: palmas, adeus, etc.
  • Ser expressiva a falar
  • Pedir favores simples: objectos que a criana conhece
  • Cantar canes, histrias e lenga-lengas
  • Imitar sons
  • Repetir vrias vezes perguntas simples
  • Encher e esvaziar caixas com objectos diferentes, nome-los e pedir criana que os nomeie
  • Incentivar a criana a brincar com jogos e fantoches

Desenvolvimento Scio-Afectivo e Intelectual em Creche

Jan 1, 2009 Autora: Raquel Martins | Colocado em: Berario, Creche

Objectivos:

  • Respeitar a individualidade de cada criana
  • Estabelecer uma boa relao com a criana
  • Proporcionar um ambiente calmo e seguro
  • Desenvolver o respeito pelo outro (saber esperar pela sua vez)
  • Dar resposta a curiosidade da criana
  • Dar liberdade de escolha
  • Aquisio de regras simples
  • Aquisio de hbitos de cortesia
  • Desenvolver a autoconfiana e a autonomia

Estratgias a utilizar:

  • Ajudar a criana a tolerar as ausncias da me, permitindo-lhe os objectos transitivos (chucha, fralda, boneco, )
  • Estimular as palavras de cortesia: Ol, Bom Dia, Adeus,
  • Deixar que a criana realize aces que a divirtam: encher, esvaziar, desmanchar,
  • Criar espaos variados e seguros para que a criana brinque
  • Contar histrias, canes e lenga-lengas


Archives


Links


Meta

Advertising


Comentários Recentes